Pricing: Pesquisa de preços na concorrência

Por que fazer pesquisa de preços?                      

Uma etapa fundamental do processo de precificação regular e promocional é a pesquisa de preços dos concorrentes.

Como fazer a pesquisa de preço no varejo?

1- Determinar a metodologia da pesquisa:

Uma pesquisa que não tenha uma estratégia pensada e um bom planejamento certamente não irá gerar resultados satisfatórios. Por isso, é importante definir bem o que será pesquisado, em que dia será pesquisado, qual concorrente será pesquisado e quais os dados a serem coletados.

2- Definir ferramenta que será utilizada na pesquisa de preço:

Para que o processo seja otimizado e padronizado, é importante o uso da tecnologia da realização de tais pesquisas, e que permitam, se possível, além disso, o monitoramento da equipe em campo com recursos de geolocalização.

3- Estabelecer uma cesta de produtos para pesquisa:

A cesta de produtos a ser pesquisada e a frequência de cada uma das cestas será importante para que o trabalho do pesquisador seja mais ágil, no momento da coleta e a empresa utilize os dados de forma eficiente na tomada de decisão.

4- Definir os concorrentes corretos:

Cada vez mais aumenta a quantidade e tipos de concorrente a volta de cada loja. Assim, é importante entender quem realmente são seus concorrentes-alvo, aqueles que impactam no seu cliente, para que as pesquisas tenham o direcionamento correto e não se desperdice energia e dinheiro onde não é necessário.

5- Capacitar os pesquisadores:

Estruturar todas essas etapas não basta. Para o sucesso da pesquisa, os responsáveis pela realização precisam estar habituados com o ambiente inserido e, para isso, além da prática, devem receber capacitação para entregar a melhor pesquisa possível. Uma das opções é terceirizar a pesquisa com uma empresa especializada, como a Profit+ que já atua em mais de 130 cidades do país com pesquisadores próprios.

6- Registrar se os preços coletados são normais/regulares ou estão em promoção:

Outro erro comum na hora de coletar os preços dos concorrentes é não registrar se eles são regulares/normais ou estão em promoção/oferta. Também, outro atributo que faz parte do preço de venda atualmente é o 2º preço para o mesmo produto, que pode ser um Preço de Atacado, Preço Programa de Fidelidade, Leve e Pague e outros.

7- Avaliar os preços coletados:

A pesquisa é o coração de um processo de Pricing estruturado. Uma pesquisa feita de maneira incorreta pode conduzir a uma decisão de preço errado e isso terá influência direta na imagem de preços perante o consumidor e/ou na rentabilidade do produto. Assim, ter um processo de validação e qualidade da coleta é fundamental para que os dados sejam integrados aos sistemas sem erros.

8- Revisar o processo de pesquisa de preços dos concorrentes periodicamente:

Visando a eficiência, é interessante periodicamente seja revisado o processo da pesquisa, como: concorrentes, cestas de produtos, frequência e os profissionais escolhidos para tal atividade para que o dado coletado seja sempre útil na tomada de decisão dos preços regulares e promocionais.